terça-feira, 15 de maio de 2018

Anurognathus

Créditos: Helmert Ravenhorst.
Nome: Anurognathus ("Mandíbula sem Cauda").
Época: Jurássico.
Local: Europa.

 O anurognathus foi um pequeno pterossauro descoberto na Baviera, Alemanha. Foi descrito pelo biólogo Ludwig Döderlein em 1923, a partir de um fóssil quase completo, mas bem danificado, que havia recebido da coleção do geólogo alemão Ludwig von Ammon, a quem Döderlein homenageou no nome específico do animal (Anurognathus ammoni). Em 2007, outro fóssil, ainda menor e mais completo, foi descrito pelo paleontólogo Chris Bennett. Seu nome genérico, anurognathus, é uma junção de palavras gregas que significam "mandíbula sem cauda", em alusão à cabeça grande e cauda curta do animal.



 O anurognathus foi um dos menores pterossauros que já voaram pelos céus, medindo quase 10 centímetros de comprimento e com uma envergadura de 50 centímetros. Com esse tamanho, deveriam ter uma alimentação basicamente insetívora, caçando insetos pelo ar ou pousando no lombo de grandes dinossauros e se alimentando de seus parasitas de pele, como carrapatos e afins. Para isso, ao invés de bico, o anurognathus tinha uma boca cheia de pequenos dentes afiados.

 Seu pequeno corpo era coberto por picnofibras, espécie de pelos, que serviam para aquecer e manter a temperatura corporal do animal. Essas picnofibras faziam o anurognathus parecer um morcego, apesar de estar longe de ser um mamífero. Seus olhos grandes indicavam que esse pterossauro tinha uma visão apurada, podendo avistar insetos a distância, inclusive na escuridão da noite. Pesquisas inclusive indicam que esse animal seria mais ativo durante o anoitecer.

 Por seu tamanho pequeno, era uma presa fácil para predadores e até mesmo para pterossauros maiores. Para se proteger, é provável que vivesse em grupos em tocas nas árvores no solo, onde faziam seus ninhos.



Na Cultura Popular:

  • Na TV, o anurognathus aparece em uma versão escamosa na série documental Walking With Dinosaurs e na série de ficção científica Primeval.
  • Ele também aparece no jogo Jurassic Park III: Park Builder.


Galeria:


É provável que os anurognathus vivessem em tocas
nas árvores ou no chão, onde faziam seus ninhos
(Créditos: Maija Karala).
























O anurognathus alimentava-se de insetos, que ele poderia perseguir pelo ar.
Além disso, ele poderia pousar no corpo de grandes dinossauros e se alimentar
de parasitas de pele, assim como fazem algumas aves atuais
(Créditos: Peter Montgomery).























Classificação Científica:


Reino: Animalia.
Filo: Chordata.
Ordem:  Pterosauria.
Família:  Anurognathidae.
Subfamília:  Anurognathinae.
Gênero:  Anurognathus.
Espécies:  Anurognathus ammoni.



Fontes:
Wikipédia.
Prehistoric Wildlife.
Pteros.
Walking With Dinosaurs; BBC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário