terça-feira, 8 de maio de 2018

Acheloussauro

Créditos: Daniel Eskridge.
Nome: Acheloussauro ("Lagarto de Aqueloo")
Época: Cretáceo.
Local: América do Norte.

 Os primeiros fósseis de acheloussauro foram descobertos em Montana, EUA, em 1987, por uma equipe liderada pelo famoso paleontólogo Jack Horner. Sua equipe encontraria mais fósseis deste animal em 1989. Porém, apenas em 1994 é que o acheloussauro foi finalmente descrito pelos cientistas. Seu nome faz alusão ao deus-rio Aqueloo (ou Achelou) da mitologia grega. No mito, Aqueloo tinha a capacidade de mudar de forma e, em uma das histórias, ele se transformou em um touro para enfrentar o semideus e herói Hércules. Durante o combate, Aqueloo perdeu um de seus chifres, por isso, Horner nomeou o animal como "Lagarto de Aqueloo", pois os fósseis do crânio deste dinossauro parecia ter um "chifre quebrado".


 O chifre, porém, não estava quebrado, até porque não existia chifre. Na verdade, o acheloussauro possuía um calombo de osso sólido acima do focinho onde deveria ficar um chifre nasal, de forma semelhante ao paquirrinossauro. Essa proteção óssea também estava presente acima dos olhos do animal. Seu folho possuía duas aberturas internas para deixa-lo mais leve, além de contar com um par de espigões ósseos que brotavam do topo do folho.

 Herbívoro, vivia em bandos e usava seu bico para se alimentar da vegetação rasteira. Seu calombo ósseo era usado, muito provavelmente, em disputas interespecíficas pelo controle de território e controle de parceiros para a reprodução. Para isso, deveria usar seu crânio como um aríete, acertando o flanco ou batendo cabeças com seu rival. O acheloussauro também poderia usar esses calombos para enfrentar predadores.

  O acheloussauro era um ceratopsídeo de tamanho médio, podendo medir entre 4 e 6 metros de comprimento, quase 2 metros de altura e podendo pesar mais de 3 toneladas.


Na Cultura Popular:

  • O acheloussauro aparece no anime Dinossauro Rei como um dinossauro do elemento Raio, além de aparecer em diversos materiais relacionados (jogos, cartas, etc.).



Galeria:


Diferente da maioria dos ceratopsídeos, o acheloussauro não possuía chifres.
Ao invés disso, ele tinha calombos de osso sólido acima do nariz e acima dos
olhos (Créditos: Steve White).





















O acheloussauro vivia em bandos para aumentar sua proteção contra predadores.
Em caso de ataque, o acheloussauro poderia utilizar seus calombos ósseos como
um aríete contra seus atacantes (Créditos: Daniel Eskridge).




















Classificação Científica:


Reino: Animalia.
Filo: Chordata.
Clado: Dinosauria.
Ordem:  Ornithischia.
Família:  Ceratopsidae.
Subfamília:  Centrosaurinae.
Clado:  Pachyrostra.
Gênero:  Achelousaurus.
Espécies:  Achelousaurus horneri.




Fontes:
Wikipédia
Prehistoric Wildlife

Nenhum comentário:

Postar um comentário